Pesquisadora do Cepel toma posse na Academia Nacional de Engenharia

P

A pesquisadora do Departamento de Otimização Energética e Meio Ambiente do Cepel Maria Elvira Piñeiro Maceira tomou posse, no dia 29 de abril, como membro titular da Academia Nacional de Engenharia (ANE), em cerimônia no Auditório do Centro dos Jogos de Guerra da Escola de Guerra Naval, no Rio de Janeiro. A sessão solene foi aberta pelo presidente da ANE, Francis Bogossian. O Cepel foi representado no evento pelos diretores Raul Balbi Sollero e Orsino Borges de Oliveira Filho.

Maria Elvira e mais 11 personalidades que se distinguem por contribuições para o crescimento e desenvolvimento da Engenharia em diversos setores foram eleitas em Assembleia Geral realizada no final do ano passado. Dentre os nomeados, está o engenheiro eletricista Altino Ventura Filho, que já ocupou a presidência da Eletrobras e a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, entre outros cargos, além de ter sido consultor do Centro.

“A nomeação para a ANE representa o reconhecimento do trabalho que venho realizando há três décadas, como pesquisadora do Cepel e professora da UERJ, ocasião em que homenageio e agradeço aos colegas de ambas as instituições”, assinala Maria Elvira.

Formada em Engenharia Civil (UFRJ/1983), Maria Elvira possui especialização em Análise de Sistemas (PUC-Rio/1986), é mestre em Ciências em Engenharia Civil, Recursos Hídricos (COPPE/UFRJ /1989), doutora em Ciências em Engenharia Civil (COPPE/UFRJ/ 1994) e MBA em Energia Elétrica (IBMEC / 2002). Desde 1986 é professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ocupa a posição de Professor Adjunto.

Maria Elvira ingressou no Cepel como bolsista de mestrado em 1985 e passou a integrar o corpo de pesquisadores do Centro em 1986, atuando no desenvolvimento e coordenação de projetos e programas computacionais em áreas como: planejamento da expansão e da operação de sistemas elétricos; otimização estocástica; hidrologia estocástica; previsão e geração de vazões; integração de energias renováveis em sistemas hidrotérmicos; desenvolvimento sustentável de hidroeletricidade; confiabilidade; análise de riscos; formação de preços e comercialização de energia elétrica; e mudanças climáticas. A pesquisadora gerenciou a área de Otimização Energética e Meio Ambiente do Cepel de novembro de 1999 a janeiro de 2017 e, atualmente, é gerente dos projetos NEWAVE, voltado ao Planejamento da Operação de Sistemas Hidrotérmicos Interligados de Longo e Médio Prazos e MUDCLIMA – Efeitos das Mudanças Climáticas no Setor Elétrico em termos de Mitigação, Adaptação e Resiliência e seus Reflexos nas Empresas Eletrobras.

Maria Elvira foi membro do Grupo de Trabalho para formulação da Reforma Institucional do Setor Elétrico de 2004. Entre 2008 e 2017, a pesquisadora foi representante suplente do Cepel no Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) e na Comissão Permanente de Análise de Metodologias e Programas Computacionais do Setor Elétrico (CPAMP), vinculada ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), onde coordenou o Grupo de Trabalho “Questões Metodológicas Associadas aos Modelos Computacionais para a Expansão e Operação do Setor Elétrico Brasileiro”. É autora de artigos em congressos nacionais e internacionais, orientadora de dissertações de mestrado e teses de doutorado. Membro de forças-tarefas no âmbito da Agência Internacional de Energia (AIE), coautora do Hydropower Technology Roadmap, publicado pela AIE, e de relatórios financiados pelo Banco Mundial.

Ingresso na ANE

Fundada em 1991, a ANE conta, hoje, com cerca de 200 membros titulares, especialistas de diferentes áreas da engenharia. O ingresso na Academia é feito por indicação dos membros titulares que enviam sugestão de nomes à Comissão de Seleção. Esta, então, avalia os currículos e as contribuições para a engenharia, e seleciona os novos membros a partir de critérios preestabelecidos. Em seguida, os nomes selecionados são submetidos à análise do Comitê de Ética para posterior eleição em Assembleia Geral.

O Cepel conta, no seu quadro de empregados atual, com dois outros pesquisadores como membros titulares da ANE: Nelson Martins e Albert Melo, desde 2015 e 2016 respectivamente.